A Superfície da Sombra, de Paulo Nascimento, entra em cartaz no interior do RS nesse sábado (9)

6 de junho de 2018

Primeira produção brasileira totalmente falada em portunhol, A Superfície da Sombra, de Paulo Nascimento, entra em cartaz  no interior do RS nesse sábado (9)

     O longa-metragem teve estreia nacional em 31 de maio em São Paulo, Rio de Janeiro, Santos, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Curitiba e Porto Alegre

 

     A Superfície da Sombra, dirigido pelo renomado diretor gaúcho Paulo Nascimento, entra em cartaz em   três cidades gaúchas (Santa Rosa, Palmeira das Missões e Três Passos) nesse sábado (9), no Cine Globo. Serão três exibições pontuais do thriller fantástico que acabou de estrear nacionalmente. As sessões acontecem dia 9 de junho (sábado), às 16h30, dia 10 de junho (domingo) às 16h30 e dia 13 de junho (quarta-feira) às 21h.

 

 

     O filme foi gravado no extremo sul do país em duas cidades com o mesmo nome – Chuí (Brasil) e Chuy (Uruguai). No cenário escolhido para apresentar a jornada de um forasteiro (Leonardo Machado – vencedor do Kikito de melhor ator em 2009), a fronteira vai além dos limites físicos. Português e espanhol se fundem em um só dialeto não-oficial. Essa característica linguística, presente em 17 mil quilômetros de divisas no continente sul-americano, faz da produção o primeiro filme brasileiro totalmente falado em portunhol.

 

   Produzido pela Accorde Filmes, o mais novo longa-metragem de Paulo Nascimento (melhor diretor no 37o. Festival de Cinema de Gramado por Em Teu Nome) é uma adaptação do livro homônimo do escritor gaúcho Tailor Diniz. O roteiro, também assinado pelo cineasta, dialoga com questões cotidianas do homem moderno, como suas características próprias e, ao mesmo tempo, universais. Ao abordar temas como distanciamento, solidão e generosidade, reencontra um passado não muito distante, violento e cruel da história latino-americana. Na tela, a realidade da fronteira do Brasil é retratada em duas pequenas cidades fictícias entre o Brasil e o Uruguai, separadas apenas por uma avenida, que as une em vez de separá-las.

  Um dos destaques do elenco é o ator uruguaio César Troncoso (de O Vendedor de Sonhos e O Banheiro do Papa), que interpreta um dublê de coveiro e cantor de tangos. A direção de fotografia é de Renato Falcão – brasileiro radicado há 20 anos em Nova York e responsável pela fotografia de sucessos internacionais, como A Era do Gelo, Rio e O Touro Ferdinando.

 

   Distribuído pela Panda Filmes, o longa também terá recursos acessíveis no Movie Reading – um aplicativo de audiodescrição, legendas e língua de sinais sincronizadas pelo celular ou tablet, inclusive nas salas de cinema.

 

Para saber mais informações: http://www.cineglobocinemas.com.br/

 

Panda Filmes lança quatro produções em 2018 e avança no mercado cinematográfico

14 de outubro de 2018

Novidades

Fundada em 2002 em Porto Alegre, a Panda Filmes, que já teve mais de 20 títulos lançados, comemora os resultados […]

Coprodução da Panda Filmes, Comboio de Sal e Açúcar, estreia 7 de junho nos cinemas

3 de junho de 2018

Estreias

Moçambique, em plena guerra civil, um comboio que liga Nampula ao Malawi é a única esperança para centenas de pessoas […]

Nessa quinta (31), filme A Superfície da Sombra estreia em mais de 10 salas de cinema do país

29 de maio de 2018

Novidades

O thriller fantástico, dirigido por Paulo Nascimento (melhor diretor no 37o. Festival de Cinema de Gramado por Em Teu Nome) e inspirado no livro de […]

Copyright 2015 - Panda Filmes - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por BigHouseWeb